?

Log in

No account? Create an account

We Get On

 Acho tão legal isso de escutar uma musica ou uma banda e lembrar de alguém...
Quando escuto Kate Nash, a maioria das musicas me fazem lembrar um amigo meu.
Não é a melhor coisa sempre, mas acho incrivel que na primeira nota de algumas musicas ja me vem tal pessoa na cabeça ^^

Listening to: Nicest Thing - Kate nash

Nunca é demais.

Ando muito sem paciência para escrever qualquer tipo de coisa, desde respostas bonitas em provas até textos aleatórios no meu próprio blog. Depois de justificado o sumiço, comecemos.
Hm. A vida tá indo, obrigada.

Hoje na aula de filosofia, enquanto o professor revisava "Ética e Moral" para a prova de amanhã fiquei viajando no que ele falava enquanto copiava descaradamente o dever de química... certamente minha atenção estava dividida entre a matéria, o dever de química e meus pensamentos bagunçados e enfim. Certo momento da aula mencionaram o conveito de moral e ética e bom, parei pra refletir...
Relações sociais é algo assustador!!! Não dá pra confiar em ninguém mais MESMO!
Certas atitudes de algumas pessoas vem me incomodando de um tanto que hoje perdi a paciência... ligando esses conceitos de moral e ética à isso é impressionante como tem gente que se comporta completamente contrárias aos meus costumes...
Tem coisa que julgo como certo que algumas pessoas podem até vir a questionar, mas tem umas outras que 99% da população mundial deve ter consciência que não é certo e prejudica outras pessoas, anyway...
Acho errado até dizer do que se trata, mas bom. Voltando à questão da confiança entre as pessoas... realmente está complicado na sociedade como está, um querendo ser melhor que o outro, querendo puxar o tapete pra ficar em cima, ter de fato confiança em alguém. Nunca foi algo "fácil" mas não sei... penso que antes era mais tranquilo isso.
Enfim, alguém que puxa o tapete de uma pessoa pode muito bem puxar o tapete de várias outras...
desconfiar nunca é demais.

I fuckin hate when things won't go my way.

old is cool

Hoje, agora pra ser mais exata, estava lendo posts antigos do meu fotolog e me deparo com esse post.

"3/7/09 Oi, estou de mau humor, entediada, quero sair mas não tem ninguém pra sair comigo. Quero tomar café ou mesmo sentar pra observar as pessoas da rua. Quero dormir mas também não quero porque essa noite sonhei uma coisa que tenho medo de sonha-la denovo por mais que tenha sido legal. Não tem nada na TV, não tem o que fazer na internet, não quero estudar biologia porque senão durante a semana não terá nada pra eu estudar, não tô bonita pra tirar fotos, não tenho do que tirar fotos, minha ultima sessão ficou péssima, e não tenho fotos. Meu celular não tem créditos, meu ds não tem bateria, já joguei todos os meus jogos e quero jogar outros. Está chovendo, mas também está calor, minha cabeça dói porque eu tô de mau humor, entediada, quero sair e não tem ninguém pra sair comigo."

não sei pq postei hoje, não tem muito a ver com meu estado de espírito mas sei lá... gostei do que escrevi e vou guardar isso aqui xD

Shadow of the past

Your shadow
My shadow
Our shadow that never leaves.

Our torments
My memories
Thoughts always hunting you

Every time our souls met
Your fall
Pretending that there's no pain
Inside
Outside

Plans
Plans that doesn't exist anymore
Doesn't exist
In fact they're alive
Shadows of the past that never goes out.

Shadows of your memory that reminds me
Stand up, hold up on the rope
Don't let this falls throws you to the ground

Cuz we live...
We still living in this world
Different circumstances
But we still making part of each other.

A vitória (ou coisa que o valha)

Sem palavras pra descrever o que foi esse show pra mim...
a emoção, a vibração, a galera cantando junto animada, a companhia... foi lindo, inexplicável
Valeu mais que a pena ter esperado tanto
Revi amigos, ouvi as musicas que eu precisava ouvir, ouvi Balada do corcel verde velho feliz e empolgada porque foi pra mim, além de ser a música da minha vida...
muito foda! Foi um dos melhores shows do Dance que eu já fui.

Gostei muuuito de conhecer o som de uma das bandas de abertura [Vaudeville].. show foi legalzããão também \o/ tem que tocar mais vezes :D

Uma coisa que não preciso comentar, mas quero...
esse show me lembrou o do cansei de ser sexy lá no Matriz tbm... aconteceram coisas muito semelhantes, porém com outras proporções, sem algumas pessoas (thanks god), mas também sem outras que fazem falta, sem fotos.. enfim. Não importa.. só sei que lembrou MUITO o show do CSS e o engraçado disso é que meu nível de aproveitamento de show também foi parecido porque cheguei morta, exausta, moída em casa xD *nota mental: ok, pelo menos não descobri nada tenso depois do show HSIAUHSUIAHUSIAHS*

Foda pra caralho, desculpa o vocabulário baixo!
Adeus Sofia, Sigo o coração que diz que não sabe mas é segredo, Essa musica me diz tanto que não sei como não tem meu nome, Vai ver é assim mesmo, Interludio para um bar de beira de estrada por 33 anos fora do mapa e Balada do corcel verde velho principalmente foram aquelas que eu mais gritei e cantei com todas as minhas forças, chegando a perde-las, até... *sim, pensei que fosse cair e morrer ali xD*

Com certeza um dia que ficou marcado pra sempre!
"Então que se foda amor, que se foda
se a palavra suja não rima.
Que se foda amor, que se foda.
Pecado é não viver a vida."

Devaneio

Presa pelas metáforas e eufemismos
Perdida entre anáforas e antíteses
Por uma antonomásia
Sinestesia... sinestesia, junto a aliterações hiperbólicas
Em um hipérbato pleonástico
Prolepses analépticas
Numa elipse, como um futuro do pretérito.

A dança dos dias

Mais uma vez, depois de um longo tempo, depois da última confusão, depois de tanto tempo daquele sentimento de revolta dentro de um galpão aí está de volta à BH uma das bandas que mais gosto. Gosto pelas letras, muito. E também pelo pessoal que alguns são amigos.
Nesses dias pré-show costumo ficar ouvindo as músicas pra dar aquela relembrada na letra e também como um aquecimento.
Ontem já postei um trecho de uma das que mais gosto, a toa mesmo, porque estava ouvindo e fiz um comentário sobre ela com um amigo meu.
Ontem abri o iTunes a fim de ouvir Dance, já era tarde e eu deveria estar dormindo em vez de ficar ouvindo música. Não importa.
Interessante como tantos filmes passaram pela minha cabeça, desde o primeiro show, com quem fui, o que fiz até o último, com o cara estranho e divertido, a confusão que teve e o cancelamento do show no meio. Relembrei momentos ótimos!!!
O primeiro show fui com três pessoas, que duas delas já não converso mais e a outra a gente some e aparece mas ainda nos falamos de vez em quando... foi legal, primeiro show em BH, empolgação com o lançamento do cd que ainda é o meu favorito (A Valsa de Águas Vivas). Me diverti demais naquele show, conheci o vocalista e a ex namorada dele. Mais um show deles acho que no ano seguinte... Se não me engano era o 53HC Fest. Por motivos que não precisam ser citados não pude ficar até o final do show, mas enfim. Contou demais porque nesse festival conheci duas pessoas especiais que mais pra frente se tornaram indispensáveis pra mim. Assistindo ou não ao show, hoje vejo que valeu muito a pena ter ido.
No outro show fui com outro grupo de pessoas, as que conheci no último show. Foi mais legal que o primeiro... naquele já conversava mais com o pessoal da banda e tal... conhecia mais músicas e aproveitei mais, de certa forma. E assim sucessivamente, lembro de ter pedido um autógrafo no all star que ainda tenho e se eu tocar no assunto o vocalista da banda e a namorada fofa ainda lembram xD
Ultimo show não foi dos bons. Fui com uma amiga minha, que vai comigo nesse também. No começo foi legal e tudo, até um infeliz que estava assistindo começar a enxer o saco e atrapalhar o show todo que por fim foi cancelado no meio. Fiquei com muita raiva da criatura das trevas, mas não fui pra cima igual muita gente n_n afinal, eu tinha que tirar minha amiga dali né...  Sim, foi uma confusãozinha bem grande quando a banda foi embora.
Todos os show, apesar das coisas que aconteceram em alguns, valera a pena porque querendo ou não alguma coisa marca pra sempre de recordação.

Bom, minha animação pra esse show é grande. Rever amigos daqui, de São Paulo, ouvir músicas que gosto, assistir também à banda de novos amigos no mesmo festival... Não digo que 100% porque tem muita coisa acontecendo esses dias que de tempos em tempos me dão um empurrão e eu vou pro chão. O pior é que não é só um motivo, mas sim muitos e aleatórios. Dias ruins... mas passa.


"Porque hoje o sol nasceu
declarando o fim destas lágrimas
e eu vou jogar aos céus meus braços
e não olhar mais para tras"

 
                      A Vitória (Ou Coisa Que o Valha) - Dance of Days

Silêncio




Uma música para terminar o dia, um aquecimento para um domingo.

[...]
Ah, acho tão discreto esse teu charme
e teu sorriso nos jornais.
Diz então, como podes me abrir o teu lar
se pões pregos em meu corpo?
E os espinhos em meu coração
não me deixam caminhar
sem deixar esse rastro no chão.

Faz assim, desenha um parque pra mim
e vem brincar até a tua mãe chamar.
Que amanhã aproveitamos o giz
pra desenhar outro lugar.

Quão cruéis crianças podem ser?
Quão cruéis elas podem crescer
e mostrar o que aprendem com os pais?
E apontar seus dedos aos demais.
Será que nascemos mesmo assim
ou será que deixamos tudo desabar?
Pois não lembro de um dia sequer
sem sentir não ter meu lugar
e sem ver meus parques de giz
sumirem com a chuva.
                       
                     Parques de Giz - Dance of Days